5.2.09

Desconfie dos alimentos sequinhos. Aqueles que são fritos, mas não ficam oleosos. A receita desse "milagre" chama-se gordura hidrogenada e, ao contrário do que pensa a maioria, faz muito mal à saúde.

Estudos recentes mostram que a esse tipo de gordura é pior que a saturada - de origem animal - do ponto de vista cardiovascular. A causa: ela "plastifica" os vasos, levando a infartos e derrames.

Quem garante é a endocrinologista Rosina Erthal Vilella, que pesquisa a assunto há anos e explica o mal que faz essa gordura, também chamada de "Trans".

O problema, segundo ela, é que os alimentos hidrogenados não se resumem a frituras. Biscoitos, sorvetes, chocolate, macarrão de preparo rápido, chips e temperos prontos, só para citar alguns exemplos, fazem parte da grande lista.

E o preocupante, de acordo com Rosina, é justamente a variedade de alimentos que levam esse tipo de gordura, porque eles acabam sendo ingeridos por crianças, jovens, adultos e idosos.

"As pessoas estão sendo enganadas. Acreditam que estão comendo algo que faz bem, ou não faz tão mal para a saúde. E, na verdade, é justamente o oposto", diz ela.

A gordura hidrogenada é uma gordura vegetal que foi criada pela indústria para ser uma alternativa à gordura saturada, a do bacon, da lingüiça, da picanha, etc. Mas como não existe gordura no mundo vegetal, somente óleos, foi criado, então, um processo de transformação desses óleos vegetais em gordura sólida.

Aí começa o problema. Os óleos são colocados em uma câmara com gás hidrogênio - daí o nome hidrogenada -, com alta pressão e alta temperatura e o resultado não seria bem visto - e muito menos comido - por ninguém.

Os óleos se transformam em uma pasta preta, com mau cheiro, que precisa ser alvejada para ficar sem cor e desodorizada para ficar sem cheiro.

"Ela deixa tudo crocante porque solidifica nos alimentos após a fritura, formando uma casquinha. Isso acontece também nos vasos, que ficam impedidos de se dilatar", esclarece a endocrinologista.

Por isso, de acordo com a médica, está se tornando comum esportistas jovens sofrerem parada cardíaca durante a prática de qualquer esporte. "Durante a atividade física, o fluxo sangüíneo aumenta, mas o vaso não dilata para a passagem do sangue. É quando ocorre o infarto".

Saiba mais.

Alguns alimentos que contêm gordura hidrogenada:

- Biscoitos. Praticamente todos, principalmente os recheados e os wafer;

- Chips;

- Batata-frita. Tanto as de pacote quanto as de fast-food;

- Tortas e bolos. Prontos e semi-prontos (ficam bem fofos);

- Pães. Principalmente os de massa doce;

- Sorvete. A grande maioria, até mesmo os light. O sorvete hidrogenado é mais espumoso;

- Chocolate. Cuidado com os diet - são os piores;

- Leite. Os achocolatados prontos;
- Margarina. Quanto mais dura pior;

- Fast-food. Usam essa gordura para todas as frituras porque ficam crocantes;

- Requeijão. Os que são muito cremosos;

- Pipoca de microondas;

- Temperos prontos, em tabletes ou em pó.

 

Fonte

link do postPor buxi, às 08:54  Comentar

16.10.08

Encontrei um artigo interessante:

 

Entenda por que evitar a ingestão de gorduras não emagrece

 

Para perder peso é preciso consumir diferentes alimentos, incluindo gordura

 

 

O corpo necessita de uma porção diária de gorduras, indispensável para assimilar as vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K).

Quando as gorduras são insuficientes, o cérebro libera hormônio que aumenta a vontade de comer.

Motivos mais do que suficientes para não se concentrar naquilo que come, mas sim na quantidade do que se ingere. Ou seja, pode e deve comer gordura, mas sem excessos.

 

De acordo com estudo realizado na Universidade da Califórnia, alimentos ricos em gordura insaturadas como abacate, castanhas e azeite, têm importante papel no mecanismo de saciedade. 

Segundo pesquisadores, a gordura interage com as terminações nervosas responsáveis pela sensação de fome e ajuda a diminuir o apetite.

Contudo, é importante ressalvar que há gorduras que não são bem-vindas à nossa mesa: os médicos recomendam reduzir ao máximo o consumo de gorduras animais (saturadas), que fazem subir o colesterol mau e, conseqüentemente, o risco de doenças cardiovasculares.

Salvo ômega 3 e 6, consideradas gorduras boas e encontradas em peixes como salmão.

 

Fonte



RSS
Pesquisa de artigos :
 
Arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D