14.4.10

Deixo aqui um link para um esquema que explica porque  aditivo alimentar  glutamato leva ao autismo.

 

Clicar aqui

 

Retirado do site: www.msgtruth.org

link do postPor buxi, às 12:33  Comentar

2.4.10

O seguinte artigo foi retirado deste site

No fim deixo alguns exemplos de comidas que contem glutamato

 

 

Estudo da Organização Mundial da Saúde

O glutamato – uma substância que funciona como potenciador do sabor de produtos processados industrialmente e que também existe naturalmente em alguns tipos de alimentos – constitui um grande risco para a saúde dos asmáticos.


O alerta provém de um estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em conjunto com a Sociedade Alemã do Pulmão e publicado no jornal alemão “Die Welt”.


No estudo, a OMS constata que os doentes com asma grave podem sofrer reações alérgicas graves se ingerirem produtos com os aditivos alimentares E 620 e E 625. Segundo a OMS, os produtos processados com estes aditivos não devem ser ingeridos em demasia por asmáticos.


O excesso de glutamato no organismo dos asmáticos pode desencadear pruridos cutâneos, fortes dores de cabeça, náuseas, palpitações, dificuldades respiratórias, tonturas, alergias acentuadas e ainda, em casos extremos, epilepsia ou morte por paralisia respiratória.


No entanto, um porta-voz da Sociedade Alemã de Nutrição (DGE), sediada em Bona, afirmou ao jornal “Die Welt” que "se nós fizermos a utilização racional no contexto de uma dieta equilibrada, não existe risco sanitário por causa do glutamato".
ALERT Life Sciences Computing, S.A

 

 

Exemplos: Caldos em Cubos, Sopas instantaneas, alguns cereais matinais,papas para bebes, maioria das bolachas,algumas marcas de leite de soja,wasabi (pasta verde do sushi)

  • Para saber como identificar quais os alimentos que contem clique aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

link do postPor buxi, às 21:22  Comentar

9.3.10

Uma das coisas que me deixa triste, foi ter feito um dia a dieta  do cerelac e com pena minha ter influenciado as pessoas a fazerem.

 

Isto porque entretanto descobri que estas papas continham um aditivo quimico , o trigo hidrolisado , um sinonimo de glutamato, que segundo o médico Dr Russell Blaylock, tem relação com inumeras doenças como alzeimer, parkison, hiperactividade ,aumento do apetite (dai os bebes , miraculosamente começarem a comer a papa que nem uns loucos),infertilidade,etc .

 

Mas uma coisa foi boa e por isso não apago neste blog porque foi uma evolução, das asneiras que cometia nos primeiros tempos como os  rebuçados com aspartame ou as colas light.

 

Também deixei o aspartame que provoca os mesmos efeitos visto ser também uma neurotoxina. Mas sobre esta, o Instituto Ramazzini  (Instituto que realiza estudos de investigação sobre o cancro) já provou que o aspartame é realmente cancerigeno.

 

Isto não quer dizer que ainda não continue a cometer erros, com certeza ainda farei muitos, mas o que conta é que consegui aprender bastantes coisas.

 

Isto para dizer que me deixa muito triste ver mães a darem papas tipo cerelac e nestum  aos filhos, ambos contem esse quimico, so porque estes estudos não chegarem a publico. Dai o excesso de problemas de concentração, de hiperactividade, ate de infertilidade mais tarde.

 

A proteina hidrolizada faz com que os neuronios morram no espaço de duas horas, portanto cada dia que se ingere, cada dia pior. O medico que referi, indica num dos seus livros que no caso do bebes, como o cerebro não está ainda totalmente formado, fica 5 vezes mais sensivel a recepção deste quimicos.

 

 

Há de haver muita gente que discorda como é normal, mas existem inumeros estudos que o provam,.Infelizmente há muitos lobbies e é uma industria que gera milhoes de lucros. Eu costumo dizer as pessoas que dizem que se fosse assim tao mau ja o tinham tirado do mercado, digo que se fosse assim ja nao existia tabaco a venda.

 

Sabiam que  75% das queixas que se fazem ao FDA sao por causa dos efeitos adversos do aspartame? É incrivel, mas nem assim o retiram do mercado. Um dos efeitos são paragens cardiacas (retirado do site da Dr Shirley de Campos) e mortes, como foi revelado  num relatório de fevereiro de 94, do Depto.de Saúde dos EUA.

 

É triste que continuem tantas pessoas com problemas de saude e a solução e simplesmente retirar estes alimentos da sua alimentação. Existe o video Sweet Remedie, onde conta que pessoas com esclerose multipla, por simplesmente deixarem de beber cola light ficaram curadas! Isto porque o aspartame simula os sintomas e sao diagnosticadas como doentes. Sobre isso são dois documentarios a não perder no youtube:


Sweet Misery e a continuação Sweet Remedy

 

Sintomas que podem ter quando consumidos estes produtos:

Alguns dos 90 sintomas diferentes documentados no relatório como causados pelo aspartame incluem: Dores de cabeça , Tonturas, Paradas cardíacas, Náusea, Dormência, Espasmos musculares, Ganho de peso, Fissuras, Depressão, Fadiga,
Irritabilidade, Taquicardia, Insônia, Problemas de visão, Perda da
audição, Palpitação, Dificuldades de respiração, Ataques de ansiedade, Fala enrolada, Perda do paladar, Zumbido nos ouvidos, Vertigem, Perda da memória, Dor nas juntas. Segundo os pesquisadores e médicos que estudaram os efeitos adversos do aspartame, as seguintes doenças crônicas podem ser ativadas ou agravadas pela ingestão de aspartame: Tumores cerebrais, Esclerose múltipla, Epilepsia, Síndrome de fadiga crônica, Mal de Parkinson, Mal de Alzheimer, Retardamento mental, Linfoma, Defeitos de nascença, Fibromialgia, Diabetes.

 


12.2.10

Já reparam no sabor diferente que algumas batatas fritas de restaurantes de hamburgarias muito conhecidas (não é preciso dizer nomes, vocês sabem) comparadas com as caseiras? É porque não levam so com oleo e sal. Reparem nesta lista de ingredientes que encontrei das ditas:

 

 

 

e agora comparem com a lista dos hidden names para glutamato:

 

www.msgmyth.com/hidename.htm

 

e pra quem já não se lembra o mal que faz:

 

www.posto7.com.br/receitaglutamato.htm

 

 

 

 

tags:
link do postPor buxi, às 13:16  Comentar

21.11.09

Encontrei mais este artigo. Tirando o texto que e bastante interessante achei um piadão a foto.

 

Fonte: www.olibertario.org

 

 

Especialista informa: Glutamato Monossódico e Aspartame causam DDA
 
 

Hiperatividade. Causa está na mesa, adverte psiquiatra


O médico psiquiatra Juarez Calegaro afirma que aspartame, glutamato monossódico, ômega 6 e outros produtos presentes na maioria de saborosos temperos, reduzem a capacidade defensiva do corpo afetam o cérebro e ameaçam a saúde em geral.

Problemas de linguagem, memória, habilidades motoras e instabilidade emocional. Estes são alguns dos sintomas que afetam milhares de crianças portadoras da desordem conhecida na medicina como déficit de atenção – DDA – e que pode ser, em parte, prevenida e tratada com alimentação correta.

Essa nova visão do tratamento infantil foi apresentada pelo psiquiatra Juarez Calegaro no IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, na Fecomércio, em São Paulo, dia 13 de setembro.
Excesso que prejudica


De acordo com Callegaro, o consumo excessivo de alguns alimentos, como carboidratos refinados e aspartame, interferem no funcionamento cerebral, matando as células que fabricam neurotransmissores tranqüilizantes, responsáveis por inibir a excitação produzida pelo neurotransmissor glutamato. Em quantidade desproporcional no cérebro, o glutamato provoca os sintomas da hiperatividade.

“O açúcar também estimula a proliferação de cândida, fungo portador de toxinas que bloqueiam a produção de ATP. Essa é a bateria mais usada pelo cérebro para produzir neurotransmissores como o Gaba, cuja função é focalizar a atenção e frear a hiperexcitação psicomotora causadora da hiperatividade” observa o especialista.

O Dr. Calegaro acrescenta que essas toxinas intoxicam o pâncreas, diminuindo a capacidade de suas enzimas quebrarem o glúten do trigo, a caseína do leite e as proteínas da soja, elementos que produzem opióides e anfetaminas que geram dependência, excitação e distúrbios de aprendizagem.

Na mesa, inimigos disfarçados

Outro elemento que eleva o estresse oxidativo no cérebro, atrapalhando seu funcionamento normal e ocasionando a síndrome, é o ômega 6. Trata-se de um nutriente presente em margarinas, em alimentos ricos em gorduras hidrogenadas e em gorduras animais, como carne vermelha, salmões criados em cativeiro, galinhas e ovos de granja. Além de agravar os problemas de aprendizagem e a excitação afetiva e psicomotora, o ômega 6 também provoca depressão do sistema imunológico, facilitando o ataque de vírus que retêm chumbo no cérebro e intensificam o problema.

“Hoje, uma em cada quatro crianças tem acúmulo de chumbo no cérebro. Chumbo e mercúrio são retidos também por substâncias produzidas pela soja, pelo chocolate, café instantâneo e, pasmem, pelo famoso espinafre, tido como alimento muito saudável para as crianças”, explica o psiquiatra.

O psiquiatra Juarez Calegaro, que é também autor do livro Mente Criativa, a aventura do cérebro bem nutrido, afirma que a exposição aos elementos contaminadores do meio ambiente como agrotóxicos e metais tóxicos, corantes artificiais e gorduras trans agravam igualmente a hiperatividade. Outros vilões são os alimentos que provocam alergia e os que contêm glutamato monossódico, substância presente em mais de cinco mil produtos salgados, como miojo, molho shoyu e os caldos para temperos.
Cuidados antes da gravidez

É importante ressaltar, no entanto, que não é só a alimentação das crianças que influencia o quadro da hiperatividade infantil: o que as mães comem durante a gravidez e o período de amamentação também faz muita diferença. “Mulheres que desejam ser mães devem fazer o exame de mineralograma capilar e testes de urina seis meses antes de engravidar, para identificar e corrigir caso tenham grandes concentrações desses elementos que geram o distúrbio”, recomenda Callegaro.

De acordo com o especialista, a boa nutrição evitaria 85% das malformações congênitas responsáveis por problemas neurológicos, como autismo e esquizofrenia. Outro cuidado que deve ser tomado é o controle da concentração de fungos no corpo da mãe, já que crianças contaminadas por cândida no parto têm sua imunidade prejudicada e precisam ingerir substâncias antifúngicas por toda a vida.

Trânsito livre para alimentos saudáveis

O psiquiatra lembra, contudo, que há alimentos que combatem os sintomas do déficit de atenção. É o caso de ervas como valeriana e taurina, que agem como calmante através do leite materno. Além disso, é recomendável sempre dar preferência a alimentos naturais e orgânicos, livres de agrotóxicos, corantes e outras substâncias artificiais e altamente prejudiciais ao organismo.

 

O Dr. Juarez Calegaro conclui afirmando que nos casos graves de hiperatividade, também é possível lançar mão de remédios por curto período de tempo. “Eles são aplicados no primeiro momento e retirados à medida que são descobertas e tratadas as causas mais profundas, relacionadas com alimentação, fatores psicológicos e falta de exercícios e de descanso suficiente”.
 

 



RSS
Pesquisa de artigos :
 
Arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D