Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

La volto eu a mesma conversa, mas as vezes vejo os menus das meninas que querem emagrecer e  vejo escarrapachados os iogurtes light e outras coisas que contem aspartame e glutamato e depois espantam-se que tem compulsao alimentar. Leiam os rotulos e nao se metam neste ciclo vicioso. Desde que aprendi isto (e nao comer coisas com açucar) e o faço, nao tenho apetite.

 

O ciclo vicioso é inevitavel, uma pessoa pensa que esta gorda, ora o que faz? Compra iogurtes light e outras tretas light. O aspartame (adoçante) que depois consome vai fazer aumentar o apetite por carbohidratos , pizzas recheadinhas de queijo e bacon que contem glutamato, que ainda vão fazer o apetite aumentar mais. E ficam mais gordas e comem mais mer**s light e cada vez ficam mais gordas e desesperam porque nao conseguem-se controlar. Párem! Comam coisas NORMAIS!

 

Quem quiser saber mais sobre glutamato clique aqui e como saber em que comidas se encontra aqui (pois nem sempre aparece com a palavra glutamato)

 

 

Ciclo:

 

Está gorda - Come m. light - Abre o apetite - come mais - Mais gorda ainda - come m. light - ...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cerca de 20 a 35% da população sofre de diversas manifestações clínicas que resultam da Intolerância, mediada por IgG, a diferentes alimentos.

 

Estas manifestações são mais tardias e menos evidentes e dessa forma podem passar despercebidas, sem serem diagnosticadas, durante bastante tempo.

 

Existem evidências científicas de que a eliminação da dieta, dos alimentos para os quais são detectados níveis de IgG específicas acima da normalidade, induz melhorias notáveis em elevada percentagem das situações clínicas.


Em pessoas com tendência para o excesso de peso, podem ocorrer notáveis perdas, quando se estabelece uma dieta em que se suprime aqueles alimentos que, através do diagnóstico de intolerância, foram demonstrados como sendo proibidos.

 

Alguns sintomas:


•     Excesso    de    peso
•     Transtornos    digestivos:    diarreias,    cólon    irritável…
•     Manifestações    cutâneas:    irritação,    acne,    psoríase…
•     Dores    de    cabeça:    enxaquecas,    enjoos…
•     Transtornos    psicológicos:    ansiedade,    depressão,    fadiga
•     Transtornos    respiratórios
•     Outros:    artrite,    inflamação    das    articulações…
 


Fonte

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Obesidade é fatal como tabaco

por buxi, em 25.02.09

Estudo. Excesso de peso precoce acarreta maior risco de morrer cedo Pode-se morrer tanto de fumar como de ser obeso, conclui um estudo publicado hoje no British Medical Journal. O tabaco e a gordura corporal sempre se relacionaram com o aumento da mortalidade e morbilidade. Mas um grupo de investigadores do Karolinska Institute, na Suécia, concluiu que um adolescente obeso tem o mesmo risco de morrer cedo que uma pessoa que fume mais de dez cigarros por dia.

Durante 38 anos, os investigadores acompanharam a evolução de 45 mil homens desde que tinham 18 anos - medindo os seus indices de massa corporal e comportamentos de risco, como o tabaco. Neste período, morreram 2897 indivíduos. A análise das causas permitiu concluir que os indivíduos com peso a mais aos 18 anos tinham risco aumentado de morte prematura em mais um terço do que os jovens com peso normal. Já os jovens obesos tinham o dobro do risco. A combinação do consumo de tabaco com o excesso de peso não teve um aumento de risco proporcional, apesar de quintuplicar o risco de morte prematura em relação a quem não tem nenhum dos factores de risco.

Ana Rito, vice-presidente da Plataforma contra a Obesidade, refere que o estudo vem reforçar a importância de controlar a prevalência da obesidade. "Sabe-se que as crianças com excesso de peso desenvolvem mais cedo o risco de ter patologias associadas." |

 

 

 

DN

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


Links

A Dieta

Indice

Úteis

Blogs

Pesagens

Links