22.9.09

Encontrei este artigo muito bom sobre a doença de Alzheimer aqui

 

As previsões são terríveis, os numeros são assustadores.


A Doença de Alzheimer é agora a causa mais comum de demencia em pessoas com mais de 65 anos. As previsões sobre o futuro da população envelhecida com Doença de Alzheimer são em números de milhões.


Se vc viver até aos 85 anos as suas possibilidades de desenvolver demência grave pela Doença de Alzheimer (DA) são de 50%. Os nossos cientistas e a comunidade médica dizem-nos que não há cura, não há prevenção. As razões científicas para esse potencial de aumento desta doença devastadora é porque estamos com vida mais longa, no entanto, comparando as percentagens de pacientes com DA nos anos passados, não está relacionada com os números da população. O número de pessoas afectadas por esta doença cresceu rapidamente nos últimos 30 anos a um nível alarmante.


Pode não haver cura e a questão continua na prevenção, mas há uma enorme evidência de uma causa provável, ignorada pela indústria farmacêutica.
Ignorada porque os sistemas ocidentais médicos não levam em conta a ingestão dos nutrientes e os efeitos dos químicos ingeridos na alimentação.

Vejamos alguns factos da alimentação nos últimos 30 anos.


Em 1970 o aspartame foi introduzido em alimentos sob a forma de NutraSweet. O aspartame é uma excitoxina, que a coloca na categoria das neurotoxinas. As neurotoxinas matam as células do cérebro. O aspartame é acumulado no sistema e é fácilmente absorvido pelo hipocampo e pelo hipotálamo, porque eles não estão protegidos por barreiras no sangue do cérebro.
As pesquisas mostram que estes dois componentes essenciais do cérebro são os mais afectados na DA. Duzentos milhões de americanos consomem mais de 5.000 produtos contendo 15.000 toneladas de aspartame por ano. Isso traduz-se em 30 milhões de libras (peso) de um assassino cerebral.

 

Nos anos 70, quando a industria do fast food começou a crescer no mercado o uso de MSG (Glutamato) começou a sua subida insidiosa no nosso fornecimento alimentar. O MSG é também uma excitoxina, outro assassino cerebral. O MSG é uma droga química aditiva que cria dependência a certos alimentos. É usado na investigação médica para criar obesidade nos ratos. O MSG não tem valor nutricional, não é um alimento. É um intensificador de sabor. Faz com que comida inadequada saiba bem.


O MSG começou a ser introduzido no fornecimento alimentar em lares para estimular os idosos a comer mais comida. A maior parte dos alimentos e mais de 90% do fast food tem altas doses de MSG, uma neurotoxina. O MSG é ocultado sob diversos nomes porque o consumidor começa a estar esclarecido e evita estes químicos tóxicos.


O MSG está escondido nos ingredientes dos alimentos tais como a proteína hidrolizada, HVP (proteina vegetal hidrolizada), caseinato de cálcio, extracto de milho, caseinato de sódio, gluten hidrolizado de trigo, milho hidrolizado. Se estes estiverem na listagem dos ingredientes da sua comida vc está a ingerir MSG.
São produzidas 1 milhão e meio de toneladas de MSG anualmente para consumo global deste assassino cerebral.

 

O Mercúrio, outra neurotoxina e assassino cerebral é encontrada no nosso fornecimento alimento em níveis alarmantes. O Mercúrio, tal como o Aspartame e o MSG, também destrói os nuronios cerebrais. As mulheres grávidas e as crianças são avisadas para não consumir peixe. É bombeado para o nosso ar às toneladas por fábricas. O Mercúrio implantado nos nossos dentes infiltra-se no corpo. Injectamo-lo directamente no sangue através de algumas vacinas que damos aos nossos bébés e a qualquer pessoa que tenha tido um surto de gripe.


Um dos maiores cientistas de genética imunitária mundais, Hugh Fudenberg, fez um estudo entre 1970 e 1980. A sua investigação encontrou que os indíviduos que levaram cinco vacinas da gripe num período de 10 anos teriam desenvolveram 10 vezes mais a Doença de Alzheimer do que as pessoas que levaram apenas 1 ou 2 vacinas. Ele concluiu que os efeitos acumulativos no cerebro do mercúrio e do alumínio no cérebro causavam disfunções cognitivas.

As três neurotoxinas listadas acima são todas ingeridas ou injectadas na população diáriamente em quantidades tóxicas. O efeito acumulativo deste assalto aos corpos e cérebros da população americana é óbviamente devastador.


Considerem os efeitos ao longo da vida destes tóxicos químicos nas nossas crianças e o efeito na sua saúde mental futura. Todos os químicos acima são conhecidos por causarem disfunção cognitiva e estão implicados em problemas de comportamento como está demonstrado no ADHD - Transtorno do deficit de Atenção/Hiperatividade.

Pode não haver cura para a Doença de Alzheimer , mas prevenção?
Possívelmente. Parem de consumir estas três neurotoxinas e irão longe no sentido de evitar a Doença de Alzheimer.


21.9.09

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Doença de Alzheimer, que para quem nao sabe, relaciona-se e muito com o glutamato. Os remedios que os doentes tomam, tem como finalidade impedir  que o glutamato entre em contacto com os seus receptores (nos neuronios), pois provoca a destruição dos mesmos levando a ficarmos xexes.(o mesmo efeito provoca aspartame)

 

Ora pensemos, se as pessoas nao sabem que a maioria dos alimentos num supermercado tem o glutamato como aditivo quimico (que há 50 anos nao era adicionado), e os desgraçados dos doentes andam a tomar medicamentos para que nao entre no cerebro, nao sera isto uma contradição?

 

Se continuam a comer pão que diz proteina hidrolisada*, chouriços e batatas fritas com intensificador de sabor*,sopas com caldos,iogurtes e bebidas light, todos vamos acabar por ter problemas de origem neurologica.

 

*quimicos que contem glutamato monossodico.

 

Enquanto nao se alertar para a continuação deste "envenenamento" da comida, as noticias publicaram que os numeros dos doentes afectados vao duplicar em 2040!!! Mas paralelamente passam constantemente anuncios na TV sobre alimentos com glutamato e aspartame .

 

E depois tambem se espantam que as pessoas obesas tem ‘graves degenerações cerebrais, ora pensemos, se os obesos tem tentencia a comer mais fast food, onde o glutamato abunda, tem toda a hipotese de originar problemas cerebrais.

 

 

link do postPor buxi, às 09:06  Comentar

11.8.09

Deixo aqui alguns dos paragrafos que encontrei neste artigo ( clicar aqui para ler completo)

 

O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da indústria Alimentícia para endossar seus produtos. Por isso, eles não podem criticar aditivos ou falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias.

A mãe telefonou para o médico, que telefonou para a Associação que disse ao médico para não interromper o uso de NutraSweet. Estamos ainda tentando convencer a mãe que o Aspartame está causando as convulsões. Toda vez que interrompemos o uso do Aspartame, as convulsões cessam. Se o bebê morrer, sabemos de quem é a culpa, e contra quem lutamos. Existem 92 sintomas documentados de Aspartame, do coma à morte.

 

O Aspartame muda a química do cérebro. É a causa de diversos tipos de ataque. Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson? Também causa malformações fetais. Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto. NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar.

Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do Aspartame a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa. O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos quadris e coxas. O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. Todos os médicos sabem o que o metanol causaria num diabético.

 

O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame, escreveu um livro entitulado: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER (1-800-814-8900). Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.

 

Dr.Roberts diz que o consumo do Aspartame na época da concepção pode causar defeitos no feto. A FENILALANINA se concentra na placenta causando retardo mental, de acordo com o Dr. Louis Elsas, Professor de Genética Pediátrica na Universidade de Emory.

 

 

link do postPor buxi, às 08:06  Comentar

15.7.09

Deixo aqui alguns exemplos de produtos com aspartame na composição:

 

 

 

       

 

Meninas, deixem-se destas coisas com aspartame! Causa cancro,obesidade,compulsão alimentar , depressão, etc.

E ainda:

 

 

Estas são as reações e os efeitos colaterais:


- Dores abdominais
- Ataques de ansiedade
- Artrite
- Asma
- Reações asmáticas
- Inchaço, edema (retenção de liquidos)
- Problemas referentes ao nível de acúcar no sangue (hipoglicemia o hiperglicemia)
- Cancer no cérebro (estudos em animais efectuados antes da aprovação)
- Dificuldade respiratória
- Ardor nos olhos e na garganta
- Ardor nas vias urinárias
- Dificuldade de raciocínio lógico
- Dores na caixa toráxica
- Tosse crônica
- Afadigamento crônico
- Estado confusional
- Morte
- Depressão
- Diarréia
- Tonturas
- Excessiva sede ou fome
- Afadigamento
- Distorsão da realidade
- Avermelhamento do rosto
- Perda de cabelos (calvicie) ou ainda adelgaçamento dos cabelos
- Dores de cabeça/cefaléias, tonturas
- Perda da capacidade auditiva
- Palpitações
- Urticária
- Hipertensão (pressão alta)
- Impotência e outros problemas sexuais
- Dificuldade de concentração
- Predisposição às infecções
- Insonia
- Irritabilidade
- Pruridos
- Dores nas juntas
- Laringite
- Brancos na memória
- Mudanças de personalidade
- Perda de memória
- Problemas e mudanças no ciclo menstrual
- Espasmos musculares
- Náusea e vômitos
- Formigação e dormência das extremidades
- Reações alérgicas e similares
- Ataques de pânico
- Fobias
- Redução da memória
- Aumento dos batimentos cardíacos
- Reações cutâneas
- Convulsões
- Dificuldade de pronúncia
- Dores ao engolir
- Taquicardia
- Tremores
- Tinitus
- Vertigens
- Perda da vista
- Aumento de peso

O aspartame piora ou imita os sintomas das seguintes doenças:

- Fibromialgia
- Artrite
- Esclerose múltipla
- Mal de parkinson
- Lupus
- Sensibilidade a multiplos agentes quimicos
- Diabete e complicações diabéticas
- Epilepsia
- Mal de Alzheimer
- Defeitos de nascença
- Sindrome do afadigamento crônico
- Linfoma
- Doença de Lyme
- Problemas de concentração
- Ataques de pânico
- Depressão e outros problemas psicológicos

 

Fonte

 

 

Quem nao acredita deixo aqui alguns estudos cientificos realizados pela Fundação Ramazzini em Itália:

 

Aspartame 1

Aspartame 2

Aspartame 3

 

 

 

 


22.4.09

 

 

 

Esta noticia ja e do ano passado, mas como encontrei hoje resolvi colocar aqui no blog.

 

O que as pessoas nao sabem é que os caldos usados nas sopas dos velhinhos tem ingredientes muito parecidos aos da fast food, como e o caso do glutamato (intensificador de sabor).

 

E assim percebe-se porque que é que muitos velhotes que comem a sua "saudavel" sopa sofrem desta doença...

 

 

 



RSS

Pesquisa de artigos :
 
Arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D