19.4.09

Ontem esqueci-me de acrescentar que nao cortei com hidratos de carbono totalmente, so mesmo os simples. Os complexos como arroz, massa e feijao como e bastante, mas so as versoes integrais e cozidos em agua e sal,nada de molhos, todos os dias. Ao almoço e jantar nao podem faltar se nao nao me aguentava. Adoro arroz!Devo ter uma costela chinesa :P

 

link do postPor buxi, às 10:36  Comentar

19.3.09

A conclusão a que cheguei durante estes 6 meses foi que a compulsão alimentar desapareceu por simplesmente evitar os quimicos  E621*, E951* e açucar. Estes 3 vilões dão cabo de qualquer dieta.

 

Resumindo:

 

- Não comam so saladas ao jantar ou só sopas - acabam por ficar com o dobro da fome e comem depois coisas que nao devem.

 

- Cada vez que vos der a gula substituam alimentos doces por alimentos de baixo indice glicemico como amendoas e avelãs.

 

- Comam arroz  , massa ( integrais) ou feijão cozidos sempre ao almoço e ao jantar ( 80 gr cozidos = 100 calorias).

 

- Evitem comidas industrializadas como iogurtes com açucar e aromas, gelatinas,pães brancos e cheios de quimicos ,comidas ja prontas, hamburgueres,pacotes de batatas fritas, comida chinesa,etc ( estão cheios de quimicos que fazem abrir o apetite).

 

- Cuidado que os quimicos que vos falei, pois podem aparecer com outros nomes, deixo estes artigos para conseguirem identificar:

 

 

 

 

*E951 (aspartame)

*E621 (glutamato monossódico ou intensificador de sabor)

 

 

 

 

 


22.1.09

Investigadores norte-americanos revelaram que as pessoas que seguem dietas baixas em hidratos de carbono queimam mais excesso de gordura no fígado para produzir energia, em comparação com aquelas que consomem dietas baixas em calorias.

O Dr. Jeffrey Browning, do Centro Médico Southwestern da Universidade do Texas, em Dallas, referiu que as descobertas, publicadas na “Hepatology”, podem ter implicações no tratamento da obesidade e das doenças relacionadas, como a diabetes, a resistência à insulina ou o fígado gordo não alcoólico.

O investigador referiu que, em vez de se olhar para os fármacos para combater a obesidade e as doenças que dela advêm, talvez optimizar as dietas possa não só gerir e tratar estas doenças, como também preveni-las.

Os investigadores distribuíram aleatoriamente 14 adultos obesos ou com excesso de peso por uma dieta baixa em hidratos de carbono ou por uma dieta baixa em calorias e monitorizaram sete indivíduos magros numa dieta normal.

Após duas semanas, os investigadores utilizaram técnicas avançadas de processamento de imagem para analisar os diferentes métodos, ou caminhos bioquímicos, que os participantes utilizaram para produzir glicose.

Os investigadores descobriram que os participantes do grupo da dieta baixa em hidratos de carbono produziram mais glicose a partir de aminoácidos ou de lactato do que os do grupo da dieta baixa em calorias.

As pessoas que seguiram a dieta baixa em calorias receberam cerca de 40 por cento da sua glicose a partir do glicogénio, ou seja, hidratos de carbono ingeridos e armazenados no fígado até que o organismo precise deles.

Contudo, os que seguiram a dieta baixa em hidratos de carbono retiraram apenas 20 por cento da sua glicose do glicogénio. Estes participantes queimaram gordura do fígado para produzir energia, em vez de procurarem nas suas reservas de glicogénio.

 

 

Fonte



RSS
Pesquisa de artigos :
 
Arquivos
2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D