Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Há uns tempos falei sobre este filme. Fala sobre o efeitos secundários do Prozac (ou fluoxetina) nas crianças  como o suicidio.

 

O poder do dinheiro na industria farmaceutica é suficiente para silenciar esta verdade.

 

Costumo dizer que os medicamentos para  a depressão ou outros males do genero muitas vezes são como um marido que bate na mulher, e esta tenta colocar pomada nas nodoas negras em vez de se livrar do marido. Ou seja, tratar a consequencia e não as causas e assim as coisas nunca se resolvem.

 

Com isto quero dizer que devemos ver o que nos causa as depressões e não tentar mascarar com anti depressivos. Ainda por cima se pioram a situação como nestes casos em que são dados as crianças.

 

Quem me alertou para este facto foi um médico de medicina oriental que me disse que o problema da medicina convencional ( a que existe nos hospitais comuns) é que trata as consequencias e não as causas, por isso nunca se resolvem e as pessoas passam a vida a tomar medicamentos, a mascarar as "nodoas negras".

 

Temos de pensar que a depressão é mais uma consequencia, um alerta de algo que vai mal, do que uma doença em si, salvo algumas excepções. Vamos combater o mal pela raiz em vez de abafar com medicamentos.

 

Sabiam que uma alimentação errada pode causar depressão? Pois é, se começarmos por mudar a nossa alimentação, quiça a nossa saude mental  ( e não só fisica ) melhore.

 

Vejam o filme e depois decidam.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Estrelinha a 23.02.2010 às 14:57

Olá,
Não resisti a dar a minha opinião. Há uns 10 anos tive uma grande depressão, fruto de um casamento falhado e de um ex-marido q me perseguia e não me dava o divórcio. Durante + de 2 anos tomei anti depressivos. Só melhorei qdo me vi num hospital a fazer tratamentos de soro com pessoas realmente desiquibradas ao mais alto nível. Um mundo tão estranho q percebi q não o meu. Tinha q reagir, resolver o meu problema e não afundar-me em comp e a dizer "coitadinha de mim". Não foram os anti depressivos q resolveram a situação, fui eu e a minha força! Esses adormeciam a minha dor, prolongando e adiando dia após dia uma atitude.
Bjo 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


Links

A Dieta

Indice

Úteis

Blogs

Pesagens

Links